A Bailarina
Olavo Bilac

Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.

Não conhece nem dó nem ré
mas sabe ficar na ponta do pé.

Não conhece nem mi nem fá
mas inclina o corpo para cá e para lá.

Não conhece nem lá nem si,
mas fecha os olhos e sorri.

Roda, roda, roda com os bracinhos no ar
e não fica tonta nem sai do lugar.

Põe no cabelo uma estrela e um véu
e diz que caiu do céu.

Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.

Mas depois esquece todas as danças
e também quer dormir como as outras crianças.


Bicota
Líria Porto

Menininha clara dos olhos de conta
Que rola com a bola que pula com a mola
Que parece um anjo nem parece nenêm
O teu jeito levado teu olhar decidido
A dizer-nos a todos que és madeira de lei
Tens nos gestos o doce o sabor da cereja
E embora não vejas tornas-me feliz...

Menininha clara que te trago no peito
O teu riso o teu jeito não me esqueço de nada
Se um dia puderes joga-me outro beijo
Que eu derretida levando-te em meus braços
Vou dizendo ao mundo que tu és perfeita...


A SAPECA
Lenise Resende

Menina sapeca,
cadê seu sapato?

Escondeu em algum canto
ou debaixo do banco?
Colocou dentro a meia
ou escondeu na areia?

Menina sapeca,
lave o seu pé e calce o sapato.
Você não é sapo
que anda descalço e,
não lava o pé,
porque adora chulé.


MARIA E O CARNEIRINHO
Sarah Josepha Hale

Maria tinha um carneiro:
Era todo bem branquinho;
Por onde a menina andava,
Ia atrás o carneirinho.

Quando Maria saiu
Para ir à escola, um dia,
O carneirinho, também,
Saiu, atrás de Maria.

E, quando chegou à escola,
Não quis à casa voltar
E ficou, pela menina,
Paciente, a esperar.

Mal a dona apareceu,
Foi para ela, a correr;
— Perto de ti, nada temo,
Parecia ele dizer.

— Por que será que o bichinho
Gosta tanto da menina?
— Porque ela é carinhosa,
Tem por ele muita estima.

Se você quiser, também,
Ter algum animalzinho
Que seja bem seu amigo,
Trate-o sempre com carinho...

SONHOS DA MENINA
Cecília Meireles

A flor com que a menina sonha
está no sonho?
ou na fronha?

Sonho
risonho:

O vento sozinho
no seu carrinho.

De que tamanho
seria o rebanho?

A vizinha
apanha
a sombrinha
de teia de aranha...

Na lua há um ninho
de passarinho.

A lua com que a menina sonha
é o linho do sonho
ou a lua da fronha?


Colar de Carolina
Cecilia Meireles

Com seu colar de coral,
Carolina
corre por entre as colunas
da colina.

O calor de Carolina
colore o colo de cal,
torna corada a menina.

E o sol, vendo aquela cor
do colar de Carolina
põe coroas de coral

nas colunas da colina.